Blog do Espaço

A verdade sobre a puberdade

Vem comigo para conversarmos sobre a verdade sobre a puberdade! Em um momento no final da infância começa a puberdade e além das mudanças físicas que acontecem, muitos aspectos psicológicos se fazem presentes.  

A calmaria da infância pode se transformar em um turbilhão de emoções e sentimentos diferentes para o jovem e quanto mais compreendermos esta passagem, mais perto dele conseguiremos estar.

Se você está passando por esta fase ou está próximo a alguém que a vivencia, este artigo pode te ajudar entender melhor e de que forma é possível ajudar. Para tanto, vamos conversar sobre os seguintes tópicos:

  1. O que é a puberdade?
  2. A verdade sobre a puberdade: aspectos psicológicos.
  3. Como  ajudar o jovem que está passando por este momento.

O que é a puberdade?

A puberdade é o processo de maturação física pelo qual a criança passa para que o corpo amadureça para a reprodução. O que acontece são mudanças corporais e estas mudanças não indicam necessariamente que a adolescência também chegou. Em geral, a puberdade começa antes da adolescência propriamente dita.

A puberdade se dá por mudanças muito complexas que acontecem no corpo, em nível fisiológico e biológico. Ela se inicia com muitas alterações hormonais tanto para meninas quanto para os meninos, é o mesmo que dizer que um turbilhão hormonal acontece e que vai se intensificando cada vez mais. Nas meninas começa a crescer o broto mamário e nos meninos temos o aumento dos testículos. Outro sinal é o crescimento de pelos pelo corpo e aparecem os odores corporais, seguidos de um estirão de crescimento.

Não há uma idade padrão para o início da puberdade, mas no geral, ela começa em idades diferentes para meninas e meninos.

E tem vários fatores que interferem na velocidade deste processo. Ou seja, isto significa dizer que em um grupo de jovens com idades próximas, eles podem estar cada um em um estágio diferente.

A puberdade já é um caminho para a adolescência, que é muito mais complexa e envolve questões culturais, sociais, emocionais. Se você quiser se inteirar um pouco mais sobre a fase da adolescência, tem um vídeo do Youtube do Espaço Viver que pode ajudar: aprenda a lidar com filhos adolescentes.

A verdade sobre a puberdade: aspectos psicológicos.

Enquanto estas mudanças tão intensas e tão significativas vão acontecendo no corpo, questões emocionais e psicológicas vão fazendo parte deste processo.

Uma destas questões é a imagem corporal. Temos uma sociedade que dita as regras estéticas, é como se houvesse uma forma de beleza aceitável. Diante disto, o jovem pode buscar este ideal em um corpo que ainda está passando por estas transformações.

É possível que haja dificuldades em relação a imagem corporal ou até mesmo distorções. É importante dizer que cada jovem lida de maneira diferente, mas podemos ter sentimentos de vergonha, de inadequação, tendo questões psicológicas em relação a autoestima e autoimagem.

Outro ponto importante diz respeito as relações sociais. Como falamos agora há pouco no texto, as idades de início da puberdade são diferentes. Em um grupo de amigos, podem ter jovens em estágios diferentes e, com certeza, isto pode impactar na saúde mental na medida em que o jovem não se sinta aceito, tenha receios de se expressar em seu grupo ou ainda que se sinta diferente dos demais.  

E por fim, é importante lembrar que com os hormônios atuando de forma muito intensa, manter um equilíbrio de humor pode ser um grande desafio para o jovem e, neste caso, é possível que seja difícil para os que convivem com ele. Emoções e sentimentos intensos podem fazer parte do dia a dia, levando o jovem a não entender suas emoções, achá-las inadequadas ou então, ter dificuldade de comunicá-las.

Como ajudar o jovem que está passando por este momento

Diante de todas estas questões que conversamos, tem algumas reflexões que podem ajudar a lidar com esta fase com um pouco mais de tranquilidade:

  • A puberdade é uma fase natural de desenvolvimento mas, é preciso lembrar que a maturidade cerebral só acontece anos mais tarde, em outras palavras, o cérebro não está desenvolvido de forma completa para lidar com as questões que aparecem. E o caminho que pode ajudar é um diálogo aberto, com adultos de confiança, que possam estar perto e acolher.   
  • Ajudar o jovem a perceber as nuances deste momento: a perceber o que está vivendo, a reconhecer suas características, seu jeito de ser. Isto pode ajudá-lo a ter mais segurança para passar este momento.  
  • E por fim, veja como estão as questões emocionais. Diante deste processo, tudo pode ficar muito difícil e confuso e, nesta situação uma psicoterapia pode ajudar. Se este for o seu caso, fique à vontade para acessar este canal aqui.

Em resumo, a verdade sobre a puberdade é que ela é um período marcado por alterações corporais muito significativas e que estas alterações são acompanhadas por questões psicológicas.

É um momento muito delicado e ao mesmo tempo lindamente transformador, em que o jovem se abre para uma fase diferente da vida e há uma beleza sem fim neste processo.

Que a gente possa estar junto desses jovens, olhando para todas estas vivências e ouvindo os significados que estão dando para estas experiências.
 E como toda fase do desenvolvimento, esse momento pode gerar aspectos emocionais dos quais você não precisa lidar sozinho. Se quiser alguém ao seu lado durante este processo, clique aqui e converse com uma das nossas psicólogas para conhecer mais sobre a consulta psicológica.

Jamile Allebrandt

Jamile Allebrandt

Psicóloga, CRP 12/06051

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados:
Infância e Adolescência

Psicoterapia com crianças: Como funciona? 

Será que meu filho precisa de um atendimento psicológico?
Se você quer entender um pouco sobre a consulta psicológica infantil, esse blog pode te ajudar a conhecer esse serviço e se está na hora de buscar um psicólogo para a criança.

Ler Mais »
Assine a Newsletter do Espaço!

Compartilhe: